Connect with us

SEGURANÇA

Golpe que oferece lápis de cor grátis rouba dados e instala vírus

Campanha para disseminar a promoção falsa está ativa desde o dia 3 de janeiro e registrava cerca de 600 mil acessos na manhã desta segunda-feira

Publicado

em

© Reprodução / Instagram


Um golpe que oferece uma caixa de lápis de cor grátis, que circula pelo WhatsApp e pelo Facebook Messenger, rouba dados pessoais e pode instalar aplicativos maliciosos no celular de quem tentar participar da suposta campanha promocional.

Ao clicar em links enviados pelos aplicativos de mensagens, os usuários são direcionados para o site promocoesamostrasgratis.tk. Lá, é exibida uma mensagem com a oferta de uma amostra grátis de lápis de cor e um formulário que pede informações de quem quer receber o brinde (nome, contato e endereço).

De acordo com a Kaspersky Lab, empresa de cibersegurança que identificou o golpe, esses dados pessoais podem ser usados para ajudar os criminosos em fraudes futuras.

A campanha para disseminar a promoção falsa está ativa desde o dia 3 de janeiro e registrava cerca de 600 mil acessos na manhã desta segunda-feira (7). Não é possível, no entanto, determinar a quantidade de vítimas, porque uma mesma pessoa pode ter entrado mais de uma vez, ou visto o site rapidamente e logo fechado, sem participar da suposta promoção.

Após ceder suas informações para liberar o suposto prêmio, o interessado teria que compartilhar o link do site malicioso com cinco amigos no WhatsApp. Com isso, ajudava o golpe a se espalhar. Simplesmente entrar na página não significa necessariamente ter o celular infectado ou as informações roubadas. É necessário chegar ao fim do processo para ser impactado.

São exibidas três telas com a página que rouba a informação dos usuários. Na primeira, com a foto de uma caixa de lápis de cor, anunciam a promoção. A segunda pede que compartilhem a promoção com amigos. A terceira apresenta um formulário para coleta de informações pessoais: nome, contato e endereço. O que acontece por último depende do modelo do celular da vítima. Quem usa o sistema Android pode ver a oferta para instalar um aplicativo malicioso ou ser redirecionado para uma página cheia de propagandas, o que dá dinheiro aos criminosos.

Para usuários de iPhone era oferecida a instalação de aplicativos legítimos, mas que participam de esquemas “pay-per-install” -nesses casos, os criminosos são pagos a cada instalação. De acordo com Fabio Assolini, analista sênior da Kaspersky Lab, não foi possível descobrir o autor ou grupo responsável pelo golpe. Para tanto, explica, seria necessário uma investigação por parte de autoridades.

Para evitar cair nesse tipo de golpe, especialistas recomendam tomar cuidado com conteúdos recebidos, em particular quando vêm de desconhecidos. É importante também verificar se não há nenhuma irregularidade nos links, como erros de ortografia ou troca de alguma letra para fazer aquela página parecer com a verdadeira.

Nos casos de promoções envolvendo marcas conhecidas, uma boa medida pode ser acessar o site oficial da empresa, para confirmar se a promoção existe mesmo. Aplicativos antivírus também existem para celulares e oferecem uma camada extra de segurança.

Em nota, a Faber-Castell, informa que “não está realizando nenhuma ação promocional via canais de terceiros” e esclarece que suas promoções acontecem por meio de seus canais oficiais, como sites e redes sociais.

GOLPES PELO WHATSAPP

“Desde o ano passado temos identificado vários ataques disseminados pelo WhatsApp”, afirma o analista. Por esses golpes encontrados apresentarem diferenças entre si na forma de operar, ele diz acreditar que são criados por grupos diferentes. No caso da suposta caixa de lápis de cor grátis, por exemplo, a peculiaridade é o uso do Facebook Messenger. Segundo Assolini, é a primeira vez que identificam uma campanha usando também esse aplicativo.

Alguns dos golpes espalhados pelo mensageiro identificados no ano passado envolviam a oferta de camisa da seleção brasileira, cupons para comida grátis e uma retrospectiva de 2018.

Durante as eleições, pesquisas falsas dos institutos de pesquisa Datafolha e Ibope também circularam pelo aplicativo. Nesse caso não instalavam vírus nos telefones, mas o usuário precisaria compartilhar a página falsa com seus contatos para ver o suposto resultado dos levantamentos. Com informações da Folhapress.

Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

REDE SOCIAL

Facebook confirma que senhas de usuários podiam ser lidas por funcionários

A empresa diz que descobriu o problema em janeiro e que ele foi solucionado. A rede social diz que não há necessidade de troca de senhas.

Publicado

em

O Facebook confirmou nesta quinta-feira (21) uma denúncia de que a empresa salvava senhas em arquivos de texto que podiam ser lidas por funcionários. A rede social disse que uma investigação em andamento, até agora, não revelou nenhum sinal de que algum funcionário tenha abusado do acesso a esses dados.

Em nota, o Facebook disse ter percebido o problema em janeiro deste ano e que, na ocasião, tomou as medidas necessárias para resolver a questão.

A empresa também afirmou que não é necessário efetuar a troca de senhas, mas que vai notificar milhões de usuários sobre a falha. Os principais afetados foram usuários do serviço Facebook Lite, aplicativo da rede social para aparelhos antigos e conexões lentas. “Serão notificados centenas de milhões de usuários do Facebook Lite, dezenas de milhões de outros usuários do Facebook e dezenas de milhares de usuários do Instagram”, disse a empresa em nota.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ASSISTA

Quadro “Desafio? Eu Topo!” leva Alex Guru ao Circo Mundo Mágico em Araçatuba

Publicado

em

O quadro “Desafio? Eu Topo!” levou o radialista e humorista Alex Guru ao Circo Mundo Mágico. Ele achou que o desafio era gravar uma matéria sobre os bastidores do circo, fazendo algumas imitações. Mal sabia ele que seria levado ao picadeiro para fazer parte de algumas atrações. Confira:

Deixe sua opinião

Continue Lendo

FORD

Criada casinha para cães à prova de ruídos e fogos de artifício

Publicado

em

Uma casinha para cães à prova de barulhos foi criada pela montadora de automóveis Ford.

A invenção é um alívio para os cãezinhos de estimação que sofrem com os estouros dos fogos de artifício por causa de audição mais aguçada.

A Ford desenvolveu uma casinha acusticamente isolada, que pode deixá-los mais tranquilos. Ela tem design minimalista e possui painéis de amortecimento de som entre as camadas das paredes.

Outros recursos de silêncio são alto-falantes com tecnologia de cancelamento de ruído-ativo, piso redutor de vibrações e ventilação à prova de som.

Essa redução de barulho pode previnir fugas, quando o animal entra em pânico, machucados nas patas ao tentar entrar em casa e até mortes por ataques cardíacos.

Como os pets conseguem escutar sons nítidos a distância quatro vezes maior que o homem, é compreensível que eles se estressem com os estouros de fogos de artifício.

“Muitos animais acham os fogos de artifício assustadores – e, comparados com as pessoas, os cães podem ouvir coisas quatro vezes mais distantes e através de uma faixa muito mais ampla de freqüências”, disse Graeme Hall, treinador de cães do Reino Unido conhecido como The Dogfather.

“Preparar-se antes dos fogos de artifício é a chave – e parte disso é identificar um lugar onde seus animais de estimação se sintam seguros e felizes.”

Veja como funciona no vídeo acima.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

POLÊMICA

Evaristo Costa sobre fim de contrato de Sonia Abrão: Acabaram fake news

Jornalista já foi alvo de alegações da apresentadora

Publicado

em

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Evaristo Costa, 42, publicou um tuíte polêmico na noite desta quarta-feira (20) sobre Sonia Abrão, 60, atual apresentadora do A Tarde É Sua, programa da Rede TV.

O jornalista acusou a profissional de espalhar notícias falsas, e com uma foto de Sonia, escreveu: “A apresentadora Sonia Abrão não renova seu contrato com a Rede TV. Ufa, acabaram as fakenews”.

Alguns internautas responderam a publicação, e Evaristo replicou a maioria das respostas. Em uma delas, foi citado que o jornalista seria levado à geladeira da apresentadora e ele rebateu: “Antes quieto na geladeira do que fora ouvindo fakenews”.

Vale lembrar que Evaristo foi alvo de uma das discussões de Abrão, que afirmou que ele havia se separado de sua esposa. Segundo ele, a afirmação da apresentadora é falsa.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

©2018 Regional Press- Direitos Reservados | Vamos fazer um site? Logo RC Criativa