Cartão de Visita Rocca

Um adolescente de 15 anos acusado de ter matado a tiros o comerciante Arlindo Martins de Oliveira, de 63 anos, em setembro no bairro rural de Engenheiro Taveira, foi apreendido pela Justiça nesta quarta-feira (11), em Araçatuba.

O menor foi apresentado pelo advogado Edgard Antônio dos Santos no Fórum e foi recolhido por determinação judicial. O adolescente, que confessou o crime, deverá ser internado na Fundação Casa (antiga Febem).

Uma irmã do menor era mulher do filho do comerciante assassinado. O crime teria ocorrido após a irmã do menor ser agredida pelo amásio, identificado como Adenir. No momento do crime, ele não estava no local.

O menor comentou, informalmente, com policiais que o comerciante morto teria cometido algumas ‘hostilidades’ contra sua irmã e isso teria contribuído para o homicídio.

No dia do crime, o adolescente foi com outra irmã até o bairro rural de Engenheiro Taveira para ‘buscar’ vítima da agressão.

O pai do menor e um amigo também foram até o local em outro carro. Após o homicídio, a Polícia Militar prendeu o pai do menor, o rapaz que estava com ele e ainda a irmã que dirigiu o veículo ocupado pelo adolescente. Os três permanecem em unidades prisionais da região.

Na ocasião, o menor foi não encontrado e só se apresentou nesta quarta-feira. Ele disse que jogou fora a arma usada no crime. O pai do menor já foi condenado por homicídio.

O adolescente disse que os familiares não sabiam sobre a sua intenção de cometer o crime. No entanto, a polícia apura essa versão.

Leia Mais:

Homem assassinado por adolescente em Taveira morreu no lugar do filho

Oque você acha disso?