Fique Conectado

Após Gol e Azul, Latam também cobrará por mala despachada

Publicado

em

Anunciante

A Latam iniciará a mudança de suas regras para a bagagem despachada no dia 18 de maio. A companhia aérea implementará as novas regras gradativamente. A cobrança pela bagagem despachada em voos promocionais iniciará “nos próximos 50 dias”. O preço cobrado será a partir de R$ 30 para a primeira mala despachada em voos nacionais.

“Em 18 de maio, mudam as regras relacionadas à franquia permitida por passageiro e ao pagamento pelo excesso. A previsão é que a companhia inicie também a cobrança da primeira bagagem em voos domésticos e a venda de bilhetes por meio de novos perfis de tarifas nos próximos 50 dias”, disse a empresa.

Segundo a empresa, “as alterações serão feitas de forma gradual para ajudar o cliente a se adaptar a esta nova dinâmica”.

Novas regras

A cobrança foi permitida por uma nova regra da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de dezembro do ano passado, que deveria entrar em vigor no dia 14 de março. Uma liminar impediu que a regra entrasse em vigor na data prevista, mas ela foi derrubada no dia 29 de abril.

Pela regra atual, as companhias aéreas são obrigadas a transportar sem cobranças adicionais uma bagagem despachada de 23 kg para voos nacionais e duas de 32 kg para voos internacionais.

A empresa anunciou em março que criaria uma nova classe tarifária promocional, que ofereceria passagens mais baratas, mas que não incluem o direito a mala despachada.

No anúncio feio em março, a empresa informou que cobraria R$ 50 pela primeira bagagem despachada em voos. A companhia, no entanto, reduziu o preço de partida nesta sexta-feira, após as concorrentes Gol e Azul informarem que cobrariam a partir de R$ 30 pela bagagem despachada.

“No caso da cobrança pelo despacho do primeiro volume em voos domésticos, o valor foi revisado pela companhia e, quando implantado, será de R$ 30 para compras antecipadas”, disse a Latam, em comunicado.

Segundo a Latam, a mudança faz parte de uma nova estratégia da empresa, de segmentação de serviços. A tendência é cobrar pelo lanche e assento marcado separadamente.

“A partir desta mudança, o cliente que viajar sem despachar a mala em voos dentro do Brasil vai pagar tarifas mais acessíveis. A Latam e suas filiais projetam reduzir em até 20% as tarifas mais baratas disponíveis para seus voos domésticos até 2020”, afirma Jerome Cadier, presidente da Latam Airlines Brasil.

Outras empresas

Além da Latam, a Gol e a Azul já informaram que vão começar a cobrar pela bagagem despachada em voos promocionais. A Avianca ainda não tinha definido sua estratégia para a regra de bagagem e disse mantinha os padrões atuais.

Oque você acha disso?

Anunciante

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Africa

Mugabe renuncia à presidência do Zimbábue após 37 anos

Publicado

em

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, no poder havia 37 anos, renunciou ao cargo nesta terça-feira (21), com efeito imediato. Segundo o chefe do Parlamento do país africano, Jacob Mudenda, o mandatário de 93 anos enviou uma carta de demissão que encerra uma semana de impasse político e o governo mais longevo da atualidade.

A notícia da renúncia foi recebida com festa na capital do Zimbábue, Harare, e chega no mesmo dia em que o Parlamento havia iniciado e procedimento para o impeachment de Mugabe, medida que era apoiada pelo seu próprio partido, a União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF).

Acusado de ser muito velho para governar e de tentar passar o poder para sua esposa, a agora ex-primeira-dama Grace Mugabe, o líder nonagenário estava sob custódia das Forças Armadas desde o dia 15 de novembro, quando os militares assumiram o controle do país.

De acordo com o Exército, a manobra tinha como objetivo “afastar e prender criminosos” dentro do governo, em meio a um expurgo promovido por Mugabe contra mais de 100 funcionários públicos de alto escalão acusados de apoiarem o vice-presidente Emmerson Mnangagwa, que havia sido destituído pelo mandatário.

Acredita-se que o próprio Mnangagwa esteja por trás da ação das Forças Armadas, em meio a uma disputa por poder com Grace Mugabe – ele deve se tornar o novo presidente do Zimbábue, já que conta com amplo apoio dentro do Zanu-PF.

“Mugabe sempre disse que deixaria o cargo se o povo pedisse. Agora que o povo falou, ele deve aceitar sua vontade e renunciar”, dissera Mnangagwa antes do anúncio da carta de demissão.

Mugabe governava o Zimbábue desde sua independência do Reino Unido, primeiro como premier (1980-1987) e depois como presidente (1987-2017), tornando-se o mandatário mais longevo do planeta.

Originário de família humilde, o professor Mugabe chegou ao poder com o status de libertador, mas logo criou a imagem de um ditador cruel que seria acusado inúmeras vezes de violações dos direitos humanos.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

TELEVISÃO

Espectadores se revoltam com pergunta em quadro do “Caldeirão do Huck”

Após questão sobre um programa de televisão, a internet reclamou e pediu que a participante ganhasse o prêmio

Publicado

em

O programa “Caldeirão do Huck” deste sábado (18/11) mostrou o quadro “Quem Quer Ser Um Milionário” com a participação da aposentada Jaqueline Castro. Com seu jeito simpático, a mulher conquistou a torcida de toda a internet e quase ganhou R$ 1 milhão.

No entanto, a aposentada teve que desistir. Quando estava perto de conquistar a R$ 500 mil, ela enfrentou uma pergunta que causou polêmica nas redes. “Quantos candidatos se enfrentavam em cada episódio do reality show ‘Jogo Duro’, apresentado por Paulo Vilhena em 2009?”

Para os telespectadores, a questão foi uma verdadeira sacanagem com a participante. “Acho que nem Paulo Vilhena lembra do ‘Jogo Duro’, imagina saber quantos eram os participantes”, escreveu um usuário do Twitter. “Vamos fazer perguntas de conhecimento de verdade nesse #QuemQuerSerUmMilionario. Chega de pergunta de novela, programa que só teve oito episódios”, disse outro.
Confira a repercussão:

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Luto

Ex-integrante do Dominó morre aos 40 anos em SP

Causa da morte de Ricardo Bueno ainda não foi divulgada

Publicado

em

O cantor e ex-integrante do grupo Dominó Ricardo Bueno morreu nesta quinta-feira (16), no Hospital Municipal Ermelino Matarazzo, em São Paulo, segundo informações do UOL.

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo explicou que o cantor estava desde o dia 7 de novembro internado no hospital Ermelino Matarazzo, em decorrência de um problema odontológico (septicemia causada por um abcesso odontogênico). A causa da morte teria sido uma infecção generalizada.

Ricardo Bueno foi sepultado nesta sexta (17) no cemitério de Vila Formosa II. Ele tinha 40 anos e participou do grupo em 1995.

Com o fim do grupo Dominó, Ricardo continuou fazendo shows em pequenas casas de eventos. De acordo com o UOL, ele formou uma dupla sertaneja Wander & Ricardo em 2000, com o amigo de infância Vander Ávila

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante Sou Mais Familia

MAIS LIDAS DO DIA