Fique Conectado

Treinamento em Campinas abordará processo industrial de fabricação de chocolate

Publicado

em

Anunciante

Evento é promovido pelo Instituto de Tecnologia dos Alimentos da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

O curso “Processo Industrial de Fabricação de Chocolate” será realizado em Campinas, nos dias 27 e 28 de junho. O evento é promovido pelo Instituto de Tecnologia dos Alimentos da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Serão abordados temas sobre a preparação e transformação da massa em produtos moldados e recobertos, tecnologia de fabricação da massa de chocolate, principais matérias-primas, equipamentos industriais, temperagem ou pré-cristalização do chocolate, parâmetros de controle de processo e aspectos de qualidade. Além de degustação e avaliações de defeitos (fat bloom, sugar bloom).

Inscrições devem ser realizadas aqui. Inclusos: certificado eletrônico, material didático (apostila impressa), almoço e coffee break. Mais informações pelo telefone (19) 3743-1964 e pelo e-mail[email protected].

Programação

27 de junho

8h30 – 9h: Abertura

9h – 10h: Processamento do cacau (fermentação, secagem, torração) – Izabela Dutra Alvim

10h – 10h15: Coffee Break

10h15 – 11h30: Principais matérias primas para a fabricação da massa de chocolate – Fernanda Z. Vissotto

11h30 – 13h: Manteiga de Cacau e Gorduras Alternativas – Valdecir Luccas

13h – 14h: Almoço

14h – 15h: Processo de fabricação da massa de chocolate (etapas de mistura, refino e conchagem)

Fernanda Z. Vissotto

15h – 16h: Sistemas compactos para fabricação da massa de Chocolate – Valdecir Luccas

16h – 16h15        Coffee Break

16h15 – 17h15: Desenvolvimento de produto com menor impacto ambiental – Guilherme Queiroz

28 de junho

8h15 – 10h: Pré-cristalização ou Temperagem do chocolate – Valdecir Luccas

10h – 10h15: Coffee Break

10h15 – 12h30: Moldagem, recobrimento e resfriamento – Mitie Sônia Sadahira

12h30 – 13h30: Almoço

13h30 – 14h45: Aula Prática: Produção de chocolate ao leite com manteiga de cacau – Fernanda Vissotto, Izabela Dutra Alvim e Maria Angélica Carvalho

14h45 – 16h45: Aula Prática: Temperagem e defeitos em chocolates – Valdecir Luccas, Izabela Dutra Alvim e Maria Angélica Carvalho

16h45 – 17h: Coffee Break

17h – 17h30: Encerramento

Processo Industrial de Fabricação de Chocolate

27 e 28 de junho, das 8h30 às 17h15 e das 8h15 às 17h30

Cereal Chocotec/Ital: Avenida Brasil, 2880 – Jardim Chapadão – Campinas

Oque você acha disso?

Anunciante

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Africa

Mugabe renuncia à presidência do Zimbábue após 37 anos

Publicado

em

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, no poder havia 37 anos, renunciou ao cargo nesta terça-feira (21), com efeito imediato. Segundo o chefe do Parlamento do país africano, Jacob Mudenda, o mandatário de 93 anos enviou uma carta de demissão que encerra uma semana de impasse político e o governo mais longevo da atualidade.

A notícia da renúncia foi recebida com festa na capital do Zimbábue, Harare, e chega no mesmo dia em que o Parlamento havia iniciado e procedimento para o impeachment de Mugabe, medida que era apoiada pelo seu próprio partido, a União Nacional Africana do Zimbábue-Frente Patriótica (Zanu-PF).

Acusado de ser muito velho para governar e de tentar passar o poder para sua esposa, a agora ex-primeira-dama Grace Mugabe, o líder nonagenário estava sob custódia das Forças Armadas desde o dia 15 de novembro, quando os militares assumiram o controle do país.

De acordo com o Exército, a manobra tinha como objetivo “afastar e prender criminosos” dentro do governo, em meio a um expurgo promovido por Mugabe contra mais de 100 funcionários públicos de alto escalão acusados de apoiarem o vice-presidente Emmerson Mnangagwa, que havia sido destituído pelo mandatário.

Acredita-se que o próprio Mnangagwa esteja por trás da ação das Forças Armadas, em meio a uma disputa por poder com Grace Mugabe – ele deve se tornar o novo presidente do Zimbábue, já que conta com amplo apoio dentro do Zanu-PF.

“Mugabe sempre disse que deixaria o cargo se o povo pedisse. Agora que o povo falou, ele deve aceitar sua vontade e renunciar”, dissera Mnangagwa antes do anúncio da carta de demissão.

Mugabe governava o Zimbábue desde sua independência do Reino Unido, primeiro como premier (1980-1987) e depois como presidente (1987-2017), tornando-se o mandatário mais longevo do planeta.

Originário de família humilde, o professor Mugabe chegou ao poder com o status de libertador, mas logo criou a imagem de um ditador cruel que seria acusado inúmeras vezes de violações dos direitos humanos.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

TELEVISÃO

Espectadores se revoltam com pergunta em quadro do “Caldeirão do Huck”

Após questão sobre um programa de televisão, a internet reclamou e pediu que a participante ganhasse o prêmio

Publicado

em

O programa “Caldeirão do Huck” deste sábado (18/11) mostrou o quadro “Quem Quer Ser Um Milionário” com a participação da aposentada Jaqueline Castro. Com seu jeito simpático, a mulher conquistou a torcida de toda a internet e quase ganhou R$ 1 milhão.

No entanto, a aposentada teve que desistir. Quando estava perto de conquistar a R$ 500 mil, ela enfrentou uma pergunta que causou polêmica nas redes. “Quantos candidatos se enfrentavam em cada episódio do reality show ‘Jogo Duro’, apresentado por Paulo Vilhena em 2009?”

Para os telespectadores, a questão foi uma verdadeira sacanagem com a participante. “Acho que nem Paulo Vilhena lembra do ‘Jogo Duro’, imagina saber quantos eram os participantes”, escreveu um usuário do Twitter. “Vamos fazer perguntas de conhecimento de verdade nesse #QuemQuerSerUmMilionario. Chega de pergunta de novela, programa que só teve oito episódios”, disse outro.
Confira a repercussão:

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Luto

Ex-integrante do Dominó morre aos 40 anos em SP

Causa da morte de Ricardo Bueno ainda não foi divulgada

Publicado

em

O cantor e ex-integrante do grupo Dominó Ricardo Bueno morreu nesta quinta-feira (16), no Hospital Municipal Ermelino Matarazzo, em São Paulo, segundo informações do UOL.

A Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo explicou que o cantor estava desde o dia 7 de novembro internado no hospital Ermelino Matarazzo, em decorrência de um problema odontológico (septicemia causada por um abcesso odontogênico). A causa da morte teria sido uma infecção generalizada.

Ricardo Bueno foi sepultado nesta sexta (17) no cemitério de Vila Formosa II. Ele tinha 40 anos e participou do grupo em 1995.

Com o fim do grupo Dominó, Ricardo continuou fazendo shows em pequenas casas de eventos. De acordo com o UOL, ele formou uma dupla sertaneja Wander & Ricardo em 2000, com o amigo de infância Vander Ávila

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante Sou Mais Familia

MAIS LIDAS DO DIA